Nissan vai produzir baterias de estado sólido

No âmbito da sua visão de longo prazo “Ambition 2030” – que coloca a eletrificação no centro da estratégia da marca japonesa, mas que vai muito além de novos modelos elétricos –, a Nissan tinha já anunciado como objetivo o lançamento até ao ano 2028 de um automóvel elétrico com baterias totalmente sólidas, desenvolvidas internamente. Agora, o fabricante sedeado em Yokohama dá mais um passo em frente para a concretização desse objetivo ao revelar o seu protótipo de unidade de produção desse tipo de baterias: localizada no Centro de Investigação Nissan em Kanagawa, Japão, esta instalação tem como meta acelerar ainda mais o desenvolvimento de baterias de estado sólido, de modo a passar a produzir em série os primeiros protótipos já a partir de 2024; os materiais, design e processos de produção vão agora ser estudados nesta unidade de I&D. Oferecendo uma densidade energética de aproximadamente o dobro das baterias convencionais de iões de lítio, um tempo de carregamento significativamente mais curto devido ao desempenho superior dos processos de carga/descarga e um menor custo graças à oportunidade de usar materiais menos dispendiosos, esta nova tecnologia de baterias é vista como uma importante mudança de paradigma para acelerar a popularidade dos automóveis de propulsão elétrica. A Nissan acredita que as baterias de estado sólido podem reduzir os custos para 75 dólares por kWh no ano fiscal de 2028 e para 65 dólares por kWh a partir daí, colocando assim os automóveis elétricos ao mesmo nível de custo que os movidos a gasolina.



Tags:

Destaque
Mais recentes
Tags
Siga-nos 
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic