Carregamento de VE: Mobi.e anuncia aplicação de tarifa

Com o processo gradual de implementação plena do Regulamento de Mobilidade Elétrica, a MOBI.E anuncia a cobrança pela Entidade Gestora da rede de Mobilidade Elétrica de uma “tarifa EGME”, com a supervisão da Entidade Reguladora. Assim, desde 1 de maio que passaram a ser cobradas pela MOBI.E aos agentes do mercado (comercializadores, operadores e detentores de pontos de carregamento) as tarifas da EGME, de acordo com os seguintes valores:

- tarifa EGME aplicável aos Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME): 0,1657€/carregamento;

- tarifa EGME aplicável aos Operadores de Pontos de Carregamento (OPC): 0,1657€/carregamento;

- tarifa EGME aplicável aos Detentores de Pontos de Carregamento (DPC): 0,0385€/dia/ponto de carregamento.

“Com esta alteração, é dado mais um passo para a plena implementação da fase de mercado da mobilidade elétrica em Portugal, sendo um importante contributo para assegurar a sustentabilidade do funcionamento do modelo Mobi.E dentro do princípio utilizador-pagador”, afirma Luís Barroso, Presidente da MOBI.E. Embora a entidade gestora da rede pública de carregamento para veículos elétricos tenha anunciado que as tarifas da EGME são cobradas aos agentes do mercado, não tendo uma aplicação direta nos utilizadores, isso já acontece: a EDP Comercial, por exemplo, comunicou já aos seus clientes a atualização do tarifário CEME, que passa a ser composto pela componente de energia em kWh e por um valor fixo por carregamento, 0,1657€, que corresponde à nova tarifa EGME CEME; bem como a atualização do tarifário OPC, com as tarifas OPC dos postos de carregamento da EDP Comercial a passarem a incluir uma componente fixa de 0,166€ por carregamento.



Tags:

Destaque
Mais recentes