BMW X1 xDRIVE25e: nova forma de ser

O BMW X1 vai passar por uma ampla renovação, que inclui uma revisão estética, mais conforto com conectividade reforçada no interior, motores menos poluentes a gasolina e diesel e, finalmente, a sua primeira versão híbrida. No entanto, enquanto o X1 renovado chega ao mercado ainda este ano, vai ser preciso esperar até março de 2020, quando tem início a sua produção, para ver ao vivo o BMW X1 xDrive25e, a primeira variante híbrida plug-in do SUV alemão. A BMW já tem dois modelos híbridos baseados nesta plataforma, o MINI Cooper Countryman S E e o 225xe Active Tourer, mas o equivalente do X1 promete ser mais eficiente. Já existia um X1 híbrido, à venda exclusivamente na China e com uma carroçaria mais longa que não se pode adquirir na Europa, mas o xDrive25e que vai ser vendido no nosso continente terá uma bateria de melhor capacidade, com 9,7 kWh. Isto vai permitir-lhe atingir uma autonomia puramente elétrica de um mínimo de 50 km, batendo os outros modelos já existentes. Os consumos deverão ficar em redor dos 2 litros por cada 100 quilómetros percorridos, tal como já acontece nos híbridos semelhantes. A BMW ainda não anunciou qual vai ser a potência combinada, apenas reconhecendo as do motor de combustão, um turbo de três cilindros com 125 cv, ligado às rodas da frente, e do motor elétrico de 70 kW (95 cv), ligado às rodas traseiras. Isto garante que o X1 xDrive25e tem tração permanente às quatro rodas, mas a potência não deverá ficar muito longe dos 192 cv combinados do MINI Countryman e do BMW Active Tourer. Os consumos são geridos pelo Auto eDrive, que analisa o modo de condução e a carga da bateria para equilibrar o uso do motor a gasolina e do motor elétrico, mas o condutor também pode selecionar os modos Max eDrive, para circular com emissões zero, ou em Battery Save, quando prevê que a bateria pode ficar descarregada e vai poupá-la para mais tarde. Para clientes mais tradicionais, o BMW X1 continua a estar disponível com versões gasolina e diesel, que passam a cumprir de emissões que só vão entrar em vigor em 2021, incluindo as versões diesel sDrive16d, de 115 cv e tração dianteira, e xDrive25d, de 231 cv e tração integral. No topo da gama fica o xDrive25i, também com 231 cv mas a gasolina, oferecendo um consumo médio abaixo dos 7 litros aos 100 km e uma aceleração rápida graças à ampla faixa de utilização do binário máximo de 350 Nm, entre as 1450 e as 4500 rpm. As versões de tração integral garantem mais estabilidade e diversão ao volante, com distribuição precisa da potência pelas quatro rodas. O habitáculo pode ser configurado conforme as necessidades do condutor e dos passageiros, com bancos traseiros que podem deslizar até 13 centímetros em calhas, além de disporem de regulação dos encostos. Com esta conveniência, pode dispor de uma bagageira de 505 litros, disponível com abertura elétrica e sem mãos, em opção. Também é possível escolher entre três ambientes opcionais para a decoração, xLine, Sport Line e M Sport. A consola central vem equipada de série com um ecrã tátil de 6,5 polegadas, mas pode ser substituído por ecrãs de 8,8 e 10,25 polegadas, com comandos por voz. O sistema de infoentretenimento também pode trabalhar em conjunto com o smartphone do condutor, permitindo-lhe aceder a vários serviços diretamente através do automóvel. No exterior, podem ser integrados novos faróis LED e um projetor para iluminar o chão à noite, e também conta com novas cores e novos desenhos das jantes.

Destaque
Mais recentes
Tags
Siga-nos 
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic
PROJETO BLUEAUTO
EDIÇÃO NOVEMBRO 2020
CONTACTOS

PROPRIEDADE

Press.in, Lda.

NIPC: 505536293

Edifício LACS
Rocha Conde de Óbidos
1350-352 Lisboa

 

Mail: blueauto@pressfactory.pt

A BlueAuto é uma revista de periodicidade mensal dedicada à mobilidade sustentável e às inovações tecnológicas aplicadas ao mundo automóvel.

 

EDIÇÃO MENSAL

 

© 2018 PressFactory - Todos os direitos reservados