Moto holandesa funciona com algas

A procura por novas fontes de combustível com uma pegada ecológica reduzida acaba por dar origem a alguns produtos inventivos. É o caso de Peter Mooij, um holandês que escreveu um livro chamado “Como as algas vão salvar o mundo” (apenas em holandês, não foi traduzido para português), descrevendo o potencial energético destas plantas aquáticas. Mooij preparou um motor Diesel de um cilindro e 500cc, que foi instalado numa nova moto criada pelo inventor Ristert Mans, também holandês. O inventor conseguiu criar um método de extrair o óleo de algas e usá-lo num motor de combustão interna, explicando que estas têm a capacidade de absorver a mesma quantidade de dióxido de carbono que é gerado pela sua queima como combustível.

Quanto à moto em si, foi criada por Ristert Mans para ser o mais ecológica possível. O chassis é de madeira de bétula, com reforços de cânhamo, e até a suspensão é feita de madeira, com o garfo dianteiro de bétula e carvalho, enquanto o amortecedor é de carvalho e cortiça. Apenas as rodas tiveram que ser mais tradicionais, com jantes de raios metálicos e pneus comerciais, maiores à frente que atrás.

Destaque
Mais recentes